O Logo Ali Viagens é um projeto que tem o objetivo de ajudar as pessoas a realizarem o sonho de viajar, orientando-as por meio de conteúdo digital.

5 dicas para economizar na sua viagem

Estamos aqui para te ajudar a economizar em suas viagens, por isso reunimos algumas dicas de como nós economizamos e temos certeza que você também vai conseguir! Claro que cada viajante tem um perfil e gostos diferentes com relação a viagens, mas tenha certeza que é totalmente possível economizar sem abrir mão de mimos e algum conforto.

A primeira dica de todas é “planejamento”. Decidir em cima da hora o destino pode te privar de conseguir promoções em passagens, ou encontrar valores de estadia mais alto devido a temporada. Então, antes de tudo, decida para onde quer ir e quando.

1 – Pesquisar e comprar passagens com antecedência: Uma vez que você decidiu seu destino, comece a buscar promoções de passagens. Tenha em mente datas e horários desejáveis, e se aceitaria voos com escalas, ou se prefere voos diretos. Existem muitos sites e aplicativos que buscam e comparam o valor das passagens nas diversas companhias aéreas. Fique atento, ative notificações de mudança de preço, pois assim você não vai perder boas oportunidades. Apenas tenha cuidado com os sites que utiliza, faça uma pesquisa sobre a idoneidade, se há uma taxa muito alta de reclamação, se as pessoas recomendam o serviço. Uma dica: veja como anda esse site/aplicativo no Reclame Aqui.

2 – Economize na hospedagem: Este pode ser o maior custo de uma viagem se você optar por grandes hotéis. Mesmo que você prefira um certo conforto e ter serviços como limpeza, café da manhã e amenidades, existem opções bem mais baratas, como os hostels ou albergues, ou até mesmo pensões e pousadas mais simples. Dependendo do seu perfil, você pode também alugar um apartamento de temporada, e se estiver sozinho, optar por alugar apenas um quarto. Para este tipo de hospedagem é bom utilizar sites especializados, sempre conferindo as referências de outros viajantes que se hospedaram no local. Além disso, fica a dica: antes de fechar uma acomodação sempre leia com atenção ao contrato, veja bem quais são as condições de pagamento, horários de entrada (check-in) e saída (check-out), o que é ou não permitido na acomodação.

3 – Economize na alimentação: os restaurantes próximos a pontos turísticos geralmente têm preços mais “salgados”. Uma boa opção é pesquisar opções que as pessoas da região costumam frequentar, assim você pode desfrutar da cultura local e quem sabe até fazer amizades com moradores da cidade! Mesmo que você seja adepto do turismo gastronômico, economize escolhendo um restaurante famoso que gostaria de conhecer. Outra opção: sites de cupons de desconto, já tivemos ótimas refeições comprando cupons de almoço ou janta neste tipo de site. Não esqueça de verificar se o cupom valerá na época da sua viagem e quais as restrições para participar da promoção (dias e horários da semana, por exemplo). Uma opção que utilizamos com muita frequência é alugar locais com cozinha, pois assim você realiza suas compras no mercado local e prepara sua própria refeição. É uma experiência muito boa, você se sente mais um morador temporário do que um turista!

4- Passeios e atrações: ao planejar sua viagem pesquise sobre o local e decida quais pontos turísticos quer visitar, quais passeios quer muito fazer. Anote todos e pesquise sobre cada um deles, pois algumas atrações costumam ter dias ou horários específicos com entrada gratuita, principalmente museus. Outra dica importante é anotar o valor total de seus passeios e verificar se estão dentro do seu orçamento. Para ajudar a economizar você pode optar por comprar cartões de turismo, muito comuns em grandes cidades (London Pass, Lisbon Card, entre outros), pois com eles você pode ter transporte público a um custo mais baixo, algumas atrações podem ter desconto ou serem gratuitas, além de descontos em lojas e serviços, e alguns possibilitam evitar as filas (mas fique atento, nem todos os cartões tem esse benefício, pois depende do local que será visitado).

5 – Economize no transporte: você pode economizar bastante utilizando transporte público, desde que o sistema de transporte do destino escolhido seja bem estruturado. Há a opção de aluguel de bicicletas em algumas cidades, e com apenas um cadastro online e o pagamento de uma taxa simbólica. Outras possuem até aluguel de carros ou patinetes. Utilizando esses meios de transportes não tão convencionais, você pode experimentar a cidade como um cidadão, enxergando a cidade por outros ângulos, que não teria acesso dentro do transporte público. Além disso, no que for possível, se estiver ao seu alcance, se você tem a oportunidade, ande! Caminhe pelas ruas, conheça os lugares não tão turísticos, mas que fazem seu destino ter um charme todo especial.

Em Madri, fazendo nossa refeição na cozinha compartilhada do Hostel.

Leave a Reply

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial